GPAF - repercussão e eventos


Escopo e linhas  |  Ficha do CNPq  |  Artigo explicativo  |   Espaços virtuais
Repercussões e eventos  |  Recursos (redes empresas e pessoas) |  Versões do projeto Digifoto


Divulgação e repercussões:
  • Os membros do grupo são de diferentes instituições e têm discutido a temática, muitas vezes em conjunto com os orientandos (de diversas modalidades de orientação), em publicações e encontros científicos. A influência dos pesquisadores do grupo faz-se presente, ainda, em diferentes projetos relacionados a acervos fotográficos. 
  • As principais repercussões do grupo centram-se em publicações e um constante espaço de discussão acadêmica, seja por meio da apresentação de trabalhos em eventos científicos (nacionais e internacionais), seja através de reuniões abertas do grupo, constantes, por vezes, com a participação de pesquisadores internacionais renomados, como pode ser vistos nos links a seguir: V Fotodoc - VI Reunião Aberta - II Reunião Aberta - I Reunião Aberta.
  • Os resultados e repercussões são constantemente divulgados nos ambientes virtuais do grupo. Em 2013 o GPAF apresentou um texto sobre as atividades de pesquisa do grupo para um dossiê da Revista do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro (acesso aqui). O dossiê foi fruto da participação de integrantes do grupo no Workshop Acervos Fotográficos, promovido pelo Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro (AGCRJ) e peço Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro (APERJ).
  • Em 2014 o VII Encontro do GPAF contou com a apresentação de 30 trabalhos, incluindo conferencista internacional e palestrantes de diferentes IES distintas, além de comunicações e posteres de autores estrangeiros e nacionais. 
  • Os eventos de 2015 marcam a parceria do grupo com outras instituições, ampliando a consolidação do grupo no cenário acadêmico: em maio, junto com a rede internacional Dialogos en Mercosur (ver simpósio do GPAF no III Echtec aqui) e em setembro, junto à Câmara Técnica de Documentos Audiovisuais, Iconográficos, Sonoros e Musicais do Arquivo Nacional (ver página do 8º encontro do GPAF aqui), 
  • O grupo conta com diferentes veículos virtuais para amparo de suas ações na redes sociais, como pode ser visto em página específica aqui.
  • O reconhecimento das pesquisas desenvolvidas foi traduzido em bolsa de produtividade de pesquisa para o líder do grupo. Destaca-se ainda a inserção em um grupo de trabalho internacional, coordenado pelo Conselho Internacional de Arquivo, dedicado aos acervos fotográficos e audio-visuais (PAAG/ICA). 
  • É importante anotar a parceria com a Pró-Empresa Informática e o Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário